terça-feira, 30 de maio de 2017

SANEPAR REDUZ O CONSUMO MÍNIMO DE ÁGUA PARA 5 M3

GAZETA DO POVO

Sanepar corta pela metade o consumo mínimo de água. Mas tarifa cai apenas 10%
Usuário residencial da Sanepar vai pagar, a partir de junho, por um consumo mínimo de cinco metros cúbicos, ao invés de dez. Mas desconto na conta não acompanha essa redução

Fabiano Klostermann 
[
Walter Alves/Gazeta do Povo/Arquivo 

A Sanepar vai reduzir o volume mínimo de água que cobra mensalmente de consumidores residenciais. A partir de junho de 2017, cada ligação vai pagar por ao menos cinco metros cúbicos, ao invés de dez, como era feito anteriormente. A medida deveria ser vista como promovedora de maior justiça tarifária, a não ser por um detalhe: a economia na conta vai ficar em apenas 10% e você estará pagando por metade da água.

A redução do volume mínimo foi anunciada em conjunto com um aumento extra de 8,53% nas tarifas, válido também a partir de junho. Esse reajuste não faz parte da revisão anual obrigatória dos valores cobrados pela Sanepar e foi autorizado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar). Ele faz parte de um pacote maior de aumento, de 25,63%, e cujo restante virá em mais sete parcelas anuais de 2,11%.

Antes da mudança (confira na imagem), cada ligação residencial - exceto as da tarifa social - pagava ao menos R$ 33,74 por mês, o que dava “direito” a um consumo de dez metros cúbicos de água. A partir de junho, o valor mínimo cairá para R$ 32,90, e virá acompanhado do novo volume mínimo, de cinco metros cúbicos. Considerando o reajuste de 8,53% - que levaria num cálculo básico a tarifa mínima anterior a R$ 36,62 -, a economia final para o consumidor desta faixa ficará em apenas 10,15%.
Não custa lembrar...

Um metro cúbico equivale a mil litros de água. As caixas d’água para casas mais comuns do Brasil possuem o volume de 500 litros.

Não à toa, quando questionada pela reportagem daGazeta do Povo, a Sanepar informou que a “nova estrutura tarifária” previa a manutenção das receitas da companhia “o que permite que a Sanepar siga investindo nos seus sistemas de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgoto”. A empresa disse ainda que a medida atende a uma reivindicação antiga dos consumidores e promove justiça tarifária.

A redução vale tanto para casas quanto apartamentos, embora em alguns condomínios verticais sem medidores individuais ela seja calculada em conjunto. Por exemplo, um prédio com 20 apartamentos antes tinha tarifa mínima de 200 metros cúbicos (20 vezes dez), agora terá cobrança de pelo menos 100 metros cúbicos (20 vezes cinco).
Criação de novas faixas deixa cobrança mais justa

Apesar de o desconto para o consumidor mínimo ficar baixo, a criação de uma nova faixa de consumo deve minimizar o impacto para aqueles que gastam entre cinco e dez metros cúbicos de água. Para quem fica nessa faixa, o valor do metro cúbico excedente deve ser de R$ 1,02. Dessa forma, por exemplo, o consumidor que gasta sete metros cúbicos deve pagar R$ 34,94 - o que seria menos que os R$ 36,62 que pagaria caso tivesse que arcar com a tarifa mínima reajustada por dez metros cúbicos.
Nota técnica que embasou reajuste extra na tarifa de água teria sido feita pela Sanepar


Também foram criadas mais faixas de preço para os consumos acima de dez metros cúbicos. Anteriormente, existiam duas - de 11 a 30 metros cúbicos e acima de 30 metros cúbicos. Agora, elas são quatro - de 11 a 15, de 16 a 20, de 21 a 30 e maior que 30 metros cúbicos (confira na imagem).
Consumo consciente

Questionada pela reportagem se esta não seria uma boa medida para estimular a economia de água, já que antes a compra antecipada de dez metros cúbicos poderia “incentivar” o gasto dessa quantia, a Sanepar informou que “sempre espera que seus clientes cooperem com os cuidados na utilização da água e busquem consumir somente o necessário”.


Como era a estrutura tarifária da Sanepar para o consumidor residencial (decreto nº 3576/2016)



Como vai ficar a estrutura tarifária da Sanepar para o consumidor residencial (resolução homologatória 003, de 12 de abril de 2017, da Agepar)


COMENTÁRIO:

Eles ( Sanepar ) sempre defenderam que o consumo mínimo era de 10 m3.

o que mudou de lá para cá??


FARINA

NOTA DE FALECIMENTO EM ROLÂNDIA 30/05/17

MAURICIO PROMOÇÕES INFORMOU

NOTA DE FALECIMENTO FALECEU O SR. ADRIANO BACHEGA, 39 ANOS MAIS CONHECIDO COMO TIKINHO VELÓRIO CAPELA CENTRAL SEPULTAMENTO AS 17 HORAS TIKINHO É ESSE RAPAZ DE BLUSA VERMELHA SENTADO.

OS NOSSOS SENTIMENTOS DE  PESAR À FAMÍLIA ENLUTADA.

NOTÍCIAS DE ROLÂNDIA

30/05/17

CARTÃO REFORMA


Rolândia é uma das 30 cidades paranaenses contempladas com o “Cartão-reforma”, programa do Governo Federal que possibilita as famílias de baixa renda que recebem até três salários-mínimos, o equivalente a R$ 2,8 mil, terem acesso ao crédito para reforma, ampliação, promoção da acessibilidade ou conclusão de obras. São 179 famílias que serão contempladas com o cartão. As famílias da cidade vão poder investir de R$ 2 a R$ 9 mil (dependendo de cada caso) e o investimento total em benfeitorias pode chegar a um milhão de reais. A COHAPAR é apoiadora da ação e nos próximos dias o município vai receber as instruções do andamento do benefício. Em Curitiba, no gabinete do Deputado Cobra Repórter, o Prefeito Doutor Francisconi e o Chefe de Gabinete Victor Garcia conversaram sobre a conquista. 

OKTOBERFEST




Nesta segunda-feira, dia 29 de maio, estiveram reunidos na Prefeitura Municipal, o Secretário de Serviços Públicos, Paulo Gaffo, a turismóloga Flávia Galbero Costa, a Diretora da Secretaria de Cultura e Turismo Carolina Erdei, o Diretor de Turismo da CODEL, Fabian Bordon Trelha e a organizadora de eventos Susan Renée Klein, reponsável pela organização do Circuito Oktoberfest no Paraná. Susan apresentou o projeto à equipe da Prefeitura, cuja ideia teve início a partir da realização da Oktoberfest de Curitiba, em 2016. Segundo a organizadora, a festa de Curitiba deu tão certo, que parceiros sugeriram levar o evento para outros municípios do Paraná. A primeira cidade do circuito será Londrina (25 a 27 de agosto), e, na sequência, Ponta Grossa (1 a 3 de setembro), Curitiba (7 a 10 de setembro), Maringá (14 a 17 de setembro), Cascavel (21 a 24 de setembro) e Foz do Iguaçu (22 a 24 de setembro). Susan e Fabian solicitaram, ainda, o apoio de Rolândia à festa, tendo em vista a forte influência da cultura germânica no município e por fazer parte da região metropolitana de Londrina. O intuito é que Rolândia participe durante a programação da festa e divulgue também a 29ª Oktoberfest de Rolândia, que acontecerá de 11 a 15 de outubro de 2017. 

SAÚDE



O CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE e SECRETARIA DE SAÚDE, CONVIDAM a comunidade de Rolândia a participarem de Reunião aberta ao público, onde serão apresentadas as propostas emanadas da 10ª Conferência Municipal de Saúde, as que foram realizadas e as que não foram realizadas, com as devidas justificativas; e análise, manutenção, inclusão das propostas que irão integrar o PMS – Plano Municipal de de Saúde de 2018 à 2021. 

Data: 01/06 - quinta-feira

Horário: 18h30

Local: Centro Cultural Nanuk – Rua Duque de Caxias nº 1.679 

ATENÇÃO: Todos poderão participar das análises das propostas e decidir quais serão as melhores para a população.PARTICIPE! 


CASAS COHAPAR




A COHAPAR informa que, em virtude de ser feriado municipal em Londrina, os cidadãos rolandenses que tem o agendamento da senha do cadastro para moradias marcado para 23 de junho (sexta) não serão atendidos nesse dia. A data foi transferida para quatro de julho (terça-feira) nos mesmos horários agendados. O sistema é gerado via Londrina, base do escritório regional da COHAPAR e por ser feriado, os servidores não vão trabalhar. Os demais dias e horários permanecem inalterados. Segundo a Secretária de Planejamento Catarina Schauff, mais de dois mil cidadãos já se cadastraram, do total de 6.994 senhas. Imagem ilustrativa. 

PRESTAÇÃO DE CONTAS



A Prefeitura de Rolândia, através de uma Audiência Pública, prestou contas nesta terça-feira (30) sobre as receitas e despesas do fechamento do 1º quadrimestre de 2017. Na ocasião,foi apresentado um superávit de R$ 16.916.328,49. Os setores que mais receberam recursos foram à educação com 27,41% das receitas e a saúde com 20,91%. Da previsão de receitas, na ordem de R$ 218.314.010,00, foram realizadas 70.776.367,68, o que equivale a 32,41%. A prestação de contas segue determinação da Lei de Responsabilidade Fiscal e foi feita pela Contadora do município, Renate Kopp. O Secretário de Finanças, Francisco Ramos, o Secretário de Serviços Públicos Paulo Gaffo e o Secretário de Administração Fábio Pintotambém participaram da audiência, que contou com a presença dos vereadores Professora Maria do Carmo, João Ardigo, Reginaldo Silva, além de Servidores Municipais e da Câmara e munícipes. A próxima Audiência Pública será realizada no dia 30 de setembro deste ano onde serão apresentados os dados referentes ao 2º quadrimestre de 2017. Foto Dárcio Campos/CMR. 


NO PERAZOLO




A Secretaria de Infraestrutura promoveu a limpeza e a roçagem em áreas institucionais do Jardim José Perazolo. Infelizmente, muitas pessoas estão jogando lixo doméstico e lixo eletrônico em diversos pontos da cidade. As Secretarias de Infraestrutura, Serviços Públicos e de Agricultura e Meio Ambiente pedem para que a população ajude na fiscalização e denuncie o descarte clandestino de lixo e entulho em locais inapropriados. Denúncias podem ser feitas diretamente na sede das Secretarias de Infraestrutura e Serviços Públicos na Rua Alfredo Moreira Filho, 1079 – Centro ou por telefone no 3906-1112. Também na Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, na Rua Santa Catarina 1396, fone 3156-0333. Segundo o Código de Posturas do Município, o infrator flagrado está sujeito a pagar uma multa que varia de R$ 373,40 a R$ 1.493,60, sem prejuízo de outras penalidades a que estiverem sujeitos pela legislação municipal, estadual e federal pertinentes.

EMPREGOS



A Agência do Trabalhador/SINE Rolândia atende das 8h às 14h, de segunda à sexta. O SINE Rolândia fica na Avenida dos Expedicionários 604, Centro. O telefone é 3255-1118. Vagas para:

Auxiliar de cozinha;

Cozinheiro Industrial;

Mecânico Eletricista de Diesel;

Preparador Físico p/ Academia;

Vendedor Interno. 


PSS



24º chamada - Exames médicos - 

R$ 120 MIL




O Governador Beto Richa, o Secretário Estadual de Saúde Michele Caputo Neto e o Prefeito Doutor Francisconi assinaram convênio hoje no qual a cidade recebe investimentos de R$ 120 mil para custeio do transporte de pacientes. O Presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Deputado Estadual Ademar Traiano, o Deputado Estadual Cobra Repórter, o Chefe de Gabinete Victor Garcia, o Presidente da Câmara Municipal de Rolândia (CMR) Vereador Eugênio Serpeloni, o Diretor da CMR Reginaldo Burhoff, a Chefe da 17º Regional de Saúde Teresinha Sanchez, Prefeitos e Vereadores do estado, autoridades e convidados participaram do encontro, no Palácio Iguaçú, em Curitiba.
-- 

Secretaria de Comunicação

FUTEBOL AMERICANO EM ROLÂNDIA

www.theplayoffs.com

Rodada de Wild Card do Campeonato Paranaense teve muita emoção, com duas viradas nos últimos 30 segundos de jogo

O Francisco Beltrão Red Feet venceu o Londrina Bristlebacks por 10 a 08 no domingo (28), em Rolândia (mando do Bristle). Com a vitória na partida válida pelo Wild Card do Campeonato Paranaense de Futebol Americano, o Red Feet garantiu a classificação para as semifinais do campeonato e um lugar entre as quatro melhores equipes do estado.

Agora, o time viaja para Curitiba, onde enfrentará o Paraná HP no próximo domingo. No outro duelo, teremos o Coritiba Crocodiles contra o Brown Spiders.

Logo nos primeiros minutos de jogo os Bristlebacks anotaram um Safety, com o #98 Junior Belafronte. No 2º período, o #12 Munir, do Red Feet, garantiu o TD para os visitantes. Após o Extra Point, o placar era de 07 a 02 a favor do time de Francisco Beltrão.

Mas, a emoção mesmo chegaria nos dois minutos finais do jogo. Pouco antes do Two Minute Warning o ataque do Red Feet tinha a bola nas mãos e tudo indicava a vitória dos visitantes. Porém, um fumble recuperado pelos donos da casa e capitalizado com um TD corrido do QB #17 Alan Nascimento virava a partida, com poucos segundos restando. A conversão de dois pontos não foi bem sucedida e o placar mostrava 08 a 07 para o Londrina.

O ataque do Francisco Beltrão recebeu a bola com 14 segundos no relógio. Tempo suficiente para virar novamente o jogo. Após um passe longo, o time se posicionou na linha de 18 jardas do campo de ataque. Aí, o K #1 Igor Fieira garantiu os três pontos, a vitória e a classificação dos visitantes. Placar final, Londrina Bristlebacks 08 a 10 Francisco Beltrão Red Feet.


(Foto: Divulgação Facebook / Francisco Beltrão Red Feet)

VÍDEO FARINA FILMA A ESTRADA ALTERATIVA CEBOLEIRO DESVIO DO PEDÁGIO DE ARAPONGAS - PR.

VÍDEO.
CLIQUE.

MEU SOBRINHO NETO INGLÊS

LORENZO FARINA ALVES DE OLIVEIRA 

FILHO DA BRUNA x LEANDRO


MAIS UMA ACUSAÇÃO CONTRA O VEREADOR BOCA ABERTA DE LONDRINA

BONDE

MP VAI ANALISAR


Boca Aberta pode ser investigado por suposta falsidade em atestados odontológicos

O juiz da 5ª Vara Criminal de Londrina, Paulo César Roldão, determinou que a promotora de Inquéritos Policiais, Cláudia Rodrigues Piovezan, tome "as providências necessárias" sobre os documentos apresentados pelo advogado João Augusto Sinhorin, defensor da ex-vereador Elza Correia, em um processo movido contra o vereador Boca Aberta (PR) por calúnia. Para a defesa, há "indícios de falsidade" nos atestados médicos repassados à Justiça para justificar faltas em 11 audiências criminais. 

Os processos correm em Londrina, Cambé e Assaí e envolvem denúncias de possíveis difamações, injurias e calúnias contra agentes públicos. Sinhorin pediu que o juiz Roldão coletasse explicações de um dos dentistas que assinaram os atestados. A solicitação foi negada pelo magistrado sob o argumento de "violação ao direito à intimidade" de Boca Aberta. As audiências foram marcadas entre outubro de 2014 e abril de 2017, mas o "estopim" que originou o levantamento feito pelo advogado de Elza ocorreu no dia 18 do mês passado. 

Na ocasião, o parlamentar, mais uma vez, justificou que tinha uma consulta odontológica marcada no dia da audiência do processo onde figura como réu por possível calúnia praticada contra a ex-vereadora. Sinhorin, em petição encaminhada à 5ª Vara Criminal, julgou a ausência de Boca Aberta como "coincidência", já que a instrução estaria marcada com antecedência de quase quatro meses.


A promotora Cláudia Piovezan confirmou que recebeu o despacho do juiz Roldão, mas que "pelos diversos processos que precisa analisar", ainda não haveria data para dar prosseguimento ao pedido de investigação contra Boca Aberta, muito menos quais medidas serão tomadas. Procurado pela reportagem, o vereador disse que "é vitima de uma perseguição comandada por Elza e seu advogado. Quem é ela na ordem do dia?", disparou. 

Segundo Boca Aberta, o tratamento dentário "é feito há bastante tempo e coincidentemente as consultas caíram nos mesmos dias das audiências". A respeitos dos indícios de que os atestados seriam falsos, o vereador disse que "quem vai avaliar isso é a própria Justiça". Ele alegou que um dos dentistas, após ser notificado pelo Juizado Especial Criminal, "mandou todos os exames, inclusive com detalhes da arcada dentária, comprovando que eu não estou fazendo nada de errado. As dúvidas do juiz foram sanadas". 

João Augusto Sinhorin respondeu que, até o momento, "Boca Aberta não apresentou nenhuma defesa plausível" e que "ele sempre se fez de vítima de uma perseguição que não existe".

Rafael Machado - Redação Bonde