domingo, 26 de março de 2017

ROLÂNDIA: PERDEMOS MAIS UM MARCO HISTÓRICO, TURÍSTICO E ARQUITETONICO

CASA SEDE DA FAZENDA JANETA


ESTA CASA TINHA UMA ARQUITETURA ÚNICA E MUITO INTERESSANTE. FOI PESQUISADA INCLUSIVE PELO CURSO DE ARQUITETURA DA UEL. FAZ PARTE E TEM UMA CAPÍTULO ESPECIAL NO LIVRO DE AUTORIA DE ANTONIO CARLOS ZANI, "ARQUITETURA EM MADEIRA". DESCREVE COM TODOS OS DETALHES AS CONSTRUÇÕES JUDAICO/ALEMÃS  DE ROLÂNDIA E SUAS FAZENDAS BELÍSSIMAS. NÃO SOMENTE A FAZENDA JANETA, MAS TAMBÉM A VEZERODA, SANTA CRUZ, BIMINI, OSTRA E GILGALLA.



A CASA E A FAZENDA É INDICADA COMO UM DOS PONTOS TURÍSTICOS DE ROLÂNDIA, EM VÁRIOS SITES (INCLUSIVE PELO MUNICÍPIO). CLIQUE. SITE DO GOVERNO DO PARANÁ



RECENTEMENTE O RENOMADO PROFESSOR MARCO ANTONIO NEVES SOARES, DE DEPARTAMENTO DE HISTÓRIA DA UEL ENVIOU UMA CARTA À FOLHA DE LONDRINA COM O TÍTULO "CASAS E PRÉDIOS HISTÓRICOS DE ROLÂNDIA E DO NORTE DO PARANÁ", JÁ RECLAMAVA DAS MUDANÇAS FEITAS NA ARQUITETURA DA CASA SEDE DA FAZENDA JANETA, SEM NENHUM ACOMPANHAMENTO TÉCNICO.

A CASA POSSUÍA CERCA DE 4 PASSAGENS SECRETAS. DE UM ARMÁRIO EMBUTIDO DE UM QUARTO A PESSOA PODIA PASSAR PARA O OUTRO QUARTO, E ASSIM SUCESSIVAMENTE, POR MAIS QUARTOS ATÉ SAIR NA VARANDA EXTERNA, OU NO PORÃO.

A Fazenda Janeta cuja denominação surgiu por acaso, quando Dr. Erich Koch Weser e sua esposa (pioneiros e proprietários originais da fazenda) conversavam com os dois filhos, cujos apelidos são Jan e Eta, descobriram que a aglutinação desses nomes, poderia resultar no vocábulo Janeta, nome este que batizaram a propriedade. Sua sede foi construída nos anos 30, em peroba rosa, por carpinteiros alemães.

A inventariante, disse que resolveu desmanchar a casa por causa das constantes invasões e depredações. Antes que algum vândalo ateasse fogo na mesma.

A vocação natural desta casa era ser transformada em uma pousada ou preservada como marco histórico, não só de Rolândia, mas de todo o norte do Paraná.

Respeitamos a decisão dos herdeiros.

Deus abençoe a todos.